CARICATURAS AO VIVO - ZEL HUMOR . O MELHOR DA CARICATURA EM SUA FESTA ...

CARICATURAS AO VIVO - ZEL HUMOR . O MELHOR DA CARICATURA EM SUA FESTA ...
CLIQUE NA IMAGEM É SAIBA MAIS ...

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

VICE GOVERNADOR DOR NELLES ...


GOSTO DE BEBER EM BOA COMPANHIA ...


Atuais regras da Previdência Social - INSS Não libera aposentadoria de Matusalém ...


CARICATURAS - TORQUATO NETO



Deputado REquinão Comedor de Alfafa , recomenda uma dieta para os seus eleitores


Zygmunt Bauman - Caricatura


Zé Ramalho - Caricatura


Michel Temer - Amigo da Onça o retorno


domingo, 20 de março de 2016

BRASIL , O JEITO É ... FOFOCA'S BAR


EDUARDO PAES - CHARGE - LIXO NÃO RECICLÁVEL


PRESIDENTE NACIONAL DO PDT AGRIDE ESTUDANTE MENOR DE IDADE EM CABO FRIO

PRESIDENTE NACIONAL DO PDT AGRIDE ESTUDANTE MENOR DE IDADE EM CABO FRIO
A AERJ (Associação dos Estudantes Secundaristas do Estado do Rio de Janeiro) repudia a agressão de Carlos Lupi, Presidente Nacional do PDT, contra a estudante Hemelly Fernandes, de 16 anos, ocorrida no dia 18 de Março em Cabo Frio.
A AERJ repudia qualquer ato que desrespeite, humilhe, subjugue, banalize, agrida ou fira as mulheres.
Enquanto Hemelly protestava, o presidente do PDT se achou no direito de intervir na ação da estudante através de um ato desiquilibrado: segurando-a pelo rosto de forma agressiva, mascarando essa atitude como se a fosse beija-la no rosto. Porém o que se seguiu em poucos segundos foi um enforcamento, um tapa no rosto da estudante e o xingamento de "putinha". Agressões que um homem adulto, em plena consciência, deferiu à uma estudante menor de idade. Uma figura que defende a democracia em sua fala, entra em contradição quando, na prática, é capaz de agredir e humilhar publicamente uma estudante menor de idade, que participava de um ato contra o sucateamento da educação, como tantos outros atos que estão acontecendo no Estado na construção da greve estadual.
Segue abaixo o relato da estudante:
"Fizemos um ato na frente do Clube Costa Azul, pois lá estava acontecendo um evento do PDT onde se encontrava Janio Mendes, vice-líder do Governo Pezão na ALERJ. Quando acabou o evento, Carlos Lupi se aproximou do grupo que protestava e segurou o meu rosto fortemente, me puxou como se fosse pra me dar um beijo. Eu tentei me afastar, mas ele insistia em me segurar. Um diretor da AERJ tentou afastá-lo quando Carlos Lupi me deu um tapa no meu rosto e me xingou de putinha."
A estudante registrou a ocorrência com a presença de testemunhas. A AERJ acompanhará todo o processo em apoio à estudante e não se calará diante da absurda agressão.
É com indignação e muita revolta que a AERJ escreve essa nota e convida as mulheres a denunciarem os delitos cometidos contra elas e a todos estudantes a se indignarem. Não nos calaremos e não desistiremos de lutar!
2